Cada mamada, uma vacina: leite materno mata a sede, imuniza, e engorda o bebê

A composição do leite varia para cada espécie. O leite adequado para alimentação dos mamíferos é o homólogo, ou seja, produzido pela espécie em função das necessidades imunológicas, fisiológicas e nutricionais do recém-nascido e do bebê. O ideal é que o leite oferecido a qualquer mamífero recém-nascido seja o leite de sua própria mãe. A composição do leite materno é determinada de forma natural para fornecer energia e nutrientes necessários e em quantidades apropriadas ao bebê, e o mesmo sofre tais modificações durante a mesma mamada. Em uma visão sistêmica da composição, o leite humano reúne mais de 150 substâncias diferentes.

O leite se transforma na mesma mamada

O leite materno sofre transformações durante a mesma mamada. De acordo com a sucção do bebê, ele vai sugando as variações do leite materno que cumprem objetivos distintos como matar a sede, imunizar e engordar o bebê. Como assim?

Fases do leite materno

Na mesma mamada, o leite materno apresenta três fases. A primeira fase é constituída pelo leite que fica no início da mama e é ingerido pelo bebê logo quando começa a mamar. Este leite de aparência aguada, serve para matar a sede do bebê, e por isso, geralmente quando o processo de amamentação começa o bebê suga mais rapidamente.

A segunda fase é composta pelo leite intermediário. Esse leite é rico em proteínas e promove o crescimento do bebê. Assim, a imunização acontece. O bebê parte do leite anterior para o intermediário na mesma mamada e consegue absorver através do mesmo leite proteínas, vitaminas e ainda matar a sede.

A terceira fase é denominada de leite posterior. Nesta fase há predominância de gordura, o que favorece o ganho de peso do bebê. Isso quer dizer que o leite posterior é responsável pelos quilinhos a mais que o bebê ganha durante a amamentação. Para que o seu pequeno esteja com o peso ideal para a sua faixa etária, é necessário que ele esvazie o seu peito, chegando imprescindivelmente ao leite posterior. Pois, quando ele consegue atingir o leite do fim da mama consequentemente ganhará peso.

As três fases do leite materno são importantes

Para que o bebê consiga crescer e se desenvolver saudavelmente é fundamental que ele mame as três fases do leite materno adequadamente, todas elas são essenciais. Sendo assim, não limite as mamadas e opte pela livre demanda, ou seja, quando o bebê quiser se alimentar dê o peito. Além disso, nunca pule as mamadas e não dê outros alimentos para complementação, nem mesmo água.

Dica: Quando o bebê atinge o leite rico em gordura, ou seja, aquele que promove o ganho de peso, geralmente fica “bêbado de sono”, com o corpo molinho, olhinhos caídos e mãozinhas relaxadas. Observe!

mamada

Referência Bibliográfica:
  • REGO, José Dias. Aleitamento Materno – “Composição do Leite Humano: Fatores Nutricionais”. 3ª edição. São Paulo. Editora Atheneu, 2015. 

Faça seu comentário!

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios devem ser marcados *

Comment *