Como preparar o bico do seio para o bebê mamar e fazer a pega correta

O bebê começa a dar sinais de que está com fome, ou seja, está chegando o momento de oferecer o leitinho da mamãe! Você percebe que o seu peito está cheio de leite, o bico do seio pronto para ser abocanhado juntamente com grande parte da aréola, e saciar a fome do seu pequeno. Compreende que em alguns segundos ele pedirá da maneira dele o peito. É impressionante observar que quando tudo acontece tranquilamente, a harmonia entre o tempo do seu seio e o desejo de alimentar da criança age como se fosse um reloginho cronometrando o tempo, é maravilhoso.

Ter a sensação de que a mama está com uma produção de leite exagerada pode transferir a concepção de que quanto mais leite for produzido, ou seja, quanto maior a produção (mesmo que em exagero) melhor para o início do aleitamento materno, mas será que realmente isso é bom?

Neste momento, você pega o seu filhote e o coloca no peito e percebe que está encontrando dificuldades. O pequeno não está satisfeito, rezinga, briga com o bico do seio, e semelha estar em conflito com ele. Quando afinal inicia o processo de amamentação, a pega está desconfortável, vocês não alcançam o encaixe perfeito entre a boca do bebê e o seu seio e assim, a mamada é descontínua por novos resmungos que a criança apresenta. A insegurança golpeia. O que será que está acontecendo? Porque não estou conseguindo? Será que o meu leite é fraco? Será que ele está me rejeitando? Todas essas preocupações surgem rapidamente para aumentar a incerteza da mamãe quanto ao aleitamento materno.

Você sabe o que pode estar acontecendo? O seio devia estar muito cheio quando o bebê o abocanhou, e isso promoveu a sua dificuldade em realizar uma pega correta, que é quando a maior parte da aréola fica para dentro da boca do bebê.

Como preparar o bico do seio para a amentação

Essa condição é comum e parece um pormenor, porém pode fazer uma mamada dar errado, provocando um grande desconforto e o ápice de um estresse em ambos, tanto na mãe quanto no bebê. Preparar o bico do seio para a amamentação é uma excelente opção. Reconhecer e avaliar singularmente o próprio corpo, saber apreciá-lo antes, durante e após o aleitamento materno é uma captação extremamente importante que vai se dando logo que as semanas vão acontecendo. Vocês vão notar que aprendemos a intuir os sinais que o nosso corpo nos apresenta.

Se a produção do leite estiver muito intensa, a aréola fica muito esticada, fica como uma “bexiga” muito cheia. Então, como prevenção de uma pega errada, para ajudar a evitar uma pega errada, uma prática boa é no momento em que você dá início a amamentação e está posicionando o bebê, com a pontinha do polegar e do indicador fazer um rolamento (uma massagem) no seio, e jogar fora um “chuveirinho” (aproximadamente 1 ml de leite, pouca quantidade), apenas o suficiente para essa aréola ficar um pouco mais mole porque assim o bebê conseguirá abocanhar perfeitamente uma grande parte da aréola e fazer a pega correta.

Esse procedimento pode ser feito no final da mamada também, quando eu você tiver certeza que o seu bebê está “bêbado” de tanto tomar o leitinho da mamãe, que na verdade é nesse momento, com este comportamento do bebê que você terá a certeza de que ele conseguiu ingerir todos os “tipos” de leite na mama, inclusive o último leitinho que é extremamente rico em gordura e responsável por promover o ganho de peso do bebê, você pode massagear a mama, observar se tem algum nódulo, e pode ordenhar e jogar fora um pouquinho desse leite, sem excesso e sem exagero. Não é para você esvaziar completamente o seio, se não o seio vai fazer a produção de leite em exagero na próxima mamada.

O objetivo dessa retirada de leite é evitar o empedramento, é uma questão de autoexame, autoconhecimento. É preciso perceber se após a mamada você está se sentindo bem, repare se o seu seio não apresenta nenhum nódulo. Se não, não é necessário realizar a ordenha. Mas, se sim, retire um pouquinho deste leite, apenas para aliviar o desconforto e não estimular uma nova produção.

Bico do seio

Faça seu comentário!

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios devem ser marcados *

Comment *