Concha de amamentação: para que serve, quando é necessária?

A concha de amamentação é um acessório plástico que possui forma circular com um orifício esférico central. Este orifício é posicionado sobre os mamilos, embaixo do sutiã.

Tipos de concha de amamentação

Há dois tipos de concha de amamentação: concha de base rígida e concha de base flexível.

A concha de base rígida exerce maior pressão sobre os seios e garante efetivar a protusão dos mamilos (tornar mamilos invertidos e planos mais salientes). Para este fim, costuma ser usada ainda na gravidez ou durante o processo de aleitamento materno por algumas horas do dia. Não apresenta orifícios de ventilação, o que é péssimo, pois estes orifícios permitem a respiração do mamilo e previne infecções.

Contudo, não existem estudos científicos que comprovem a eficácia dessa concha (pré-parto), que tem a finalidade de protrair o bico do seio durante a gestação. Não somente este tipo de concha, mas também os exercícios de hoffman (manipular os mamilos, repuxando-os) não são indicados nesse período, pois, ao manipular os mamilos estamos mandando informações para o cérebro através dos receptores táteis que estão presentes na aréola para liberar ocitocina, e a mulher que tem pré-disposição, pode entrar em trabalho de parto prematuro. A ocitocina além de ser responsável pela ejeção do leite, também promove a contração do útero.

Concha de amamentação

A concha de base flexível como o próprio nome diz, possui base flexível e na maioria das vezes exibe orifícios para ventilação. Essa concha é indicada no pós-parto, com o intuito de proteger os mamilos com rachaduras e fissuras mamilares e diminuir o atrito com as roupas, reduzir o ingurgitamento mamário (leite empedrado), e por fim, coletar o excesso de leite, prevenindo o vazamento na roupa.

concha de amamentação

Conchas sem buracos de ventilação

A concha que não possui buracos de ventilação impede a circulação do ar, aumentando a umidade e o calor, favorecendo um ambiente propício para o acúmulo de bactérias, as quais são capazes de desencadear infecções, e o aparecimento de fissuras. Além disso, é imprescindível que a concha de amamentação seja transparente, e higienizada diariamente utilizando água e sabão e sendo fervida.

O leite coletado na concha pode ser ofertado ao bebê?

O excesso de leite coletado pela concha deve ser obrigatoriamente desprezado, ou seja, qualquer quantidade de leite armazenado no acessório durante o tempo em que estiver com ele deve ser descartado, e de forma alguma ofertado para o seu bebê, sendo “aproveitado”. Isso se deve pelo risco de contaminação. O uso deste aparelho também deve ser evitado em mulheres que têm os mamilos sadios ou sem vazamentos frequentes.

Qual deve ser o tamanho do orifício central?

O orifício esférico central presente na concha de amamentação, aonde se encaixa o mamilo, não deve ser muito reduzido, porque pode realizar uma pressão exagerada, promovendo mais uma vez as fissuras e rachaduras mamilares. Também, por essa pressão, não é recomendado dormir com a concha.

Cada mulher tem suas particularidades, por esse motivo, é importante ressaltar que a concha de amamentação pode ter efeito benéfico para algumas e outras não se adaptarem ao seu uso.

Pega correta

A pega correta é a chave do sucesso para a amamentação e peça fundamental para evitar as rachaduras e fissuras mamilares, que é uma das grandes causas de desmame precoce. Por isso, é essencial que se informe sobre como fazer a pega da maneira certa e caso seja necessário, contrate uma consultora em aleitamento materno para te auxiliar durante o processo de amamentação e lhe orientar em relação a melhor forma de ultrapassar qualquer dificuldade que venha surgir durante o aleitamento.

Como utilizar a concha de amamentação? 

  • Colocar por baixo do sutiã;
  • Fazer uso por alguns minutos antes de cada mamada;
  • Concha de base rígida ou de orifício reduzido: não usar por mais de 3 horas;
  • O leite armazenado deve ser desprezado;
  • Higienizar com água e sabão e ferver frequentemente;
  • Não apertar muito.

Faça seu comentário!

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios devem ser marcados *

Comment *