O que nos faz pensar que o leite materno é fraco e não sustenta

Os murmurinhos de que o leite materno é fraco vem de várias gerações, promovendo como insignificante até mesmo todas as comprovações científicas que já foram realizadas referentes aos benefícios, vitaminais e nutrientes essenciais que auxilia no crescimento e desenvolvimento saudável do bebê.

Crenças de que o leite materno é fraco

Mesmo que muitas pessoas afirmem com plena convicção de que o leite materno é forte e capaz de sustentar o bebê, a insegurança e a desconfiança toma conta depois de ouvirmos por tantas vezes que o leite materno é fraco. Muitas mulheres acreditam nessa concepção mesmo notando o ganho de peso essencial do seu bebê e que o seu desenvolvimento está completamente normal e saudável. Isso tudo acontece, porque deixamos de acreditar na veracidade dos fatos, nas comprovações científicas, para dar ouvidos ao que uns e outros afirmam, e esse é o erro.

Cuidar das mamães que amamentam é tão essencial quanto cuidar do bebê, pois muitas vezes elas se sentem incapazes e acreditam que não irão conseguir sozinhas, e um dos fatos mais comuns que as deixam desconfortável, pensando que não estão proporcionando o melhor para o seu filho, é o aleitamento materno. Se a mamãe está bem, confia no que faz e que é capaz de nutrir perfeitamente o seu bebê, automaticamente isso terá finalidades positivas em relação a criança. Os filhos são o espelho da mãe.

O mito de que o leite materno é fraco é resultado de uma série de crenças, de condições contextuais, que cercam o aleitamento materno e nascimento de um bebê e de uma mãe. Esse medo expresso na verdade é a insegurança da mulher em acreditar que ela possa sustentar seu filho. Existe um espelho dessa condição que também se deve a essa dissolução de identidade, dissolução principalmente de relações interpessoais da família ampliada, perda da família ampliada, o isolamento que nossa sociedade impõe as pessoas.

A mulher também como é muito solicitada para outras demandas, ela acredita que pode tudo, e quando se inicia a maternidade, os obstáculos de cuidar de um filho recém-nascido e que nenhuma mulher consegue fazer sozinha, ela se vê desamparada e esse desemparo se expressa muitas vezes dessa forma: “meu leite é fraco”, “não consigo suprir as necessidades do meu bebê”, e é nesse momento que a mamadeira entra. A concepção de que o “meu leite é fraco” é na verdade o resultado de vários fatores e crenças que se expressam dessa forma. Mas entenda, o seu leite não é fraco, você consegue sim suprir as necessidades nutricionais do seu bebê e promover o crescimento e desenvolvimento saudável do seu filho apenas com o aleitamento materno. Você é capaz!

Leite materno é fraco

Faça seu comentário!

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios devem ser marcados *

Comment *