Complementação da mamada: ofereça o leite materno na colher!

O aleitamento materno é a melhor forma de alimentar um bebê pelas suas vantagens nutricionais, imunológicas, psicológicas, e econômicas. Para a saúde bucal contribui evitando a maloclusão, respiração bucal, problemas ortodônticos e fonoarticulatórios. Importante para a saúde da criança de uma forma global. Quando a amamentação precisa ser complementada, existem opções muito melhores do que a mamadeira, como o copinho ou o leite materno na colher, que não oferecem o mesmo risco de desmame precoce por confusão de bicos. Mas, como oferecer a colher?

Importância do leite materno para o bebê a termo e pré-termo

Se o leite materno é importante para o bebê a termo (que nasce entre 39 e 41 semanas), imagina para o bebê pré-termo (prematuro) e sobretudo para os enfermos. No entanto, essas crianças permanecem durante muitos dias nas unidades de terapia intensiva neonatais, sendo, na maioria das vezes, privadas do contato íntimo com suas mães que sob grande estresse apresentam dificuldades em retirar o leite e manter a lactação.

A mãe precisa ser incentivada a permanecer junto do filho no hospital, colocar o bebê em contato pele a pele em posição canguru e participar dos seus cuidados, além de retirar o seu leite antes de cada alimentação. Isso a tornará mais segura, mais confiante, sendo fundamental para o sucesso do aleitamento materno.

Ordenha manual

A retirada do leite por meio de ordenha manual iniciada precocemente nas primeiras 4 a 6 horas pós-parto, e a intervalos regulares geralmente a cada 3 horas ou 8 vezes ao dia, é a forma mais adequada para manter boa produção de leite. O leite cru de sua própria mãe será oferecido e principalmente o colostro por sonda orogástrica na fase crítica de sua enfermidade, isso para o bebê prematuro.

O bebê a termo, quando precisa de complementação, ou quando a mãe irá retornar ao trabalho e precisa realizar a estocagem de leite materno para que alguém continue o processo de amamentação, utiliza dessa ordenha, para se alimentar através do copinho ou da colher, e não da mamadeira. Será muito melhor para o pequeno saciar as suas necessidades nutricionais com o próprio leite materno na colher ou no copinho ao invés da mamadeira, pois, a mamadeira promove a confusão de bicos e o copinho ou a colher evita essa confusão.

Leite materno na colher comum ou colher dosadora?

As duas melhores opções para se oferecer a complementação para o bebê com o leite materno (e não fórmula) são o copinho ou a colher. Essas opções são ideais por não necessitarem do envolvimento de sucção do neném. Pode ser utilizado tanto a colher comum, quanto a colher dosadora. Não existe nenhuma diferença grande entre elas, a distinção principal é que a colher comum exige a reposição do leite constantemente até o que o bebê sacie sua fome por completo, e a colher dosadora armazena dentro de seu corpo o leite que será ofertado para o bebê.

leite materno na colher

Na maternidade: “dê a “chuquinha” com fórmula!” 

Geralmente muitas mamães não acreditam no poder do colostro e que ele pode saciar a fome do seu bebê nos primeiros dias de vida, e muito menos que o estômago do bebê é bem pequenininho, mas isso é verdade. O colostro é considerado a primeira vacina do bebê, é extremamente importante para fortalecer a imunidade do pequeno e saciar as suas necessidades nutricionais nos dias iniciais. Por esse motivo, pedem para as “berçaristas”, “enfermeiras”, ou “técnicas de enfermagem” darem o complemento, porque ele está com fome! E não é assim! É mais favorável que ordenhassem o colostro e pedissem a elas que oferecessem o leite materno na colher, do que exigir o complemento.

Vocês mães precisam acreditar no seu leite, e principalmente, que desde o primeiro instante, ele é capaz de nutrir o seu bebê. Não é necessário que ainda na maternidade, o seu filho mame uma “chuquinha” com complemento (fórmula) para se sentir nutrido e satisfeito. O colostro, é mais do que suficiente. O bebê não chora apenas por fome, mas também por querer estar em contato, aconchegado no colo, por estar em estranhamento, por tudo ser novo para ele. Lembre-se: ele estava no útero, e agora faz parte de um novo mundo! Então acredite em você, na produção do seu leite, e que pode não ser fácil mas vai valer muito a pena!

leite materno na colher

leite materno na colher
Fonte: REGO, José Dias. Aleitamento Materno – “Métodos Especiais de Alimentação: Copinho, Relactação, Translactação e Sonda-Peito”. 3ª edição. São Paulo. Editora Atheneu, 2015. 

Faça seu comentário!

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios devem ser marcados *

Comment *