A pega errada é uma grande inimiga do sucesso na amamentação

Aproveite para conversar com as pessoas sobre os seus desejos e expectativas durante a gravidez. Desta forma, você vai mostrar que você quer amamentar e vai precisar da ajuda e do apoio de quem tiver contato com você neste período. Informe-se, converse com outras mulheres que amamentam, tire as dúvidas com o obstetra e com os profissionais que a atenderão enquanto estiver na maternidade. Não tenha vergonha, pense no seu bem-estar e na saúde de seu bebê, e que para o sucesso da amamentação a pega errada é uma grande inimiga.

A técnica para posicionar o bebê é simples  e muito importante para que ele consiga retirar o leite da mama sem machucá-la. Por esta razão a mamãe deve estar sempre atenta, pois a posição inadequada dificulta o ajuste da boca do bebê em relação à aréola e promove a pega errada.

Um dos sinais de que o bebê está abocanhando bem o peito é que a parte pigmentada da mama (a aréola, em torno do mamilo) fique aparecendo o menos possível. Procure colocar o máximo que der da parte escura do peito dentro da boca do bebê.

O seu seio está doendo? 

O melhor jeito de saber se a pega está certa é ver se está doendo. Se estiver doendo, é sinal que a pega está errada, e é preciso começar tudo de novo. Senão, o bebê pode acabar fazendo muita força para mamar e mesmo assim não sai leite suficiente. Ele não ganha peso e ainda machuca seu peito.

A gengiva inferior da criança nunca tocará o seu seio, porque a língua estará entre os dois, e a parte de cima da boca dele não deve se mexer, só a parte de baixo (por isso é possível continuar a amamentar mesmo depois que seu filho já tenha dentinhos).

Sinais de uma pega errada durante a amamentação: 

  • O queixo do bebê não toca a mama
  • Boca pouco aberta
  • Lábios apontados para frente e inferior para dentro
  • Bochechas encovadas
  • Sobra mais aréola abaixo
  • Mama estirada
  • O nariz encosta no seio da mãe, dificultando a respiração

Pega incorreta

♡♡♡♡♡♡♡♡♡♡♡♡♡♡♡♡ ℓεiค τคмвεм ♡♡♡♡♡♡♡♡♡♡♡♡♡♡

Faça seu comentário!

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios devem ser marcados *

Comment *