Vacina meningocócica c (conjugada): vacina contra meningite c

A vacina meningocócica c (conjugada), é uma vacina contra meningite c, composta de 10 microgramas de oligossacarídeo meningocócico C conjugado com proteína CRM197 do Corynebacterium diphtheriae, hidróxido de alumínio e excipientes. Apresenta-se na forma liofilizada, em embalagem unidose contendo frasco com o liófilo e frasco com o diluente (líquido branco opaco). Pode ter apresentação em monodose ou frascos multidoses.

A vacina meningocócica C conjugada previne contra a meningite originada pelo meningococo tipo C, o tipo mais prevalente na maior parte do nosso Brasil, considerando todas as faixas etárias.

O que é meningite?

A meningite é caracterizada por um processo inflamatório e/ou infeccioso das membranas que envolvem o cérebro, promovendo uma reação purulenta visível no líquor, que é o líquido que abrange o sistema nervoso. As meningites podem ser classificadas de formas distintas, como: bacterianas (ou purulentas), virais e granulomatosas (tuberculosas e fúngicas) ou até fazer parte da progressão de algumas doenças auto-imunes.

As meningites bacterianas têm sua origem vinculada a faixa etária e a possível porta de entrada do agente infeccioso. Estabelecem-se numa doença infectocontagiosa com alto teor de prevalência em crianças, especialmente naquelas que estão inseridas na faixa etária de menor responsividade imunológica (recém-nascidos até 2 anos de idade), propiciando perdas motoras, neurossensoriais e suas implicações (retardamento mental, paralisia motora, surdez e outros), além da alta taxa de mortalidade. É um grave problema de saúde pública, sobretudo nos países em desenvolvimento. Desta maneira, é essencial a prevenção por meio da vacinação.

vacina contra meningite c

Transmissão

A transmissão acontece de pessoa para pessoa, por meio das gotículas de saliva excretadas por portadores das bactérias em orofaringe. Nessas pessoas, as bactérias se aglomeram na orofaringe muitas vezes sem provocar a doença. Como é uma doença de incubação extremamente rápida e grave, não adianta realizar a vacinação após contato íntimo com o infectado. A melhor forma de prevenir o contágio é estar vacinado.

Tratamento

O tratamento deve ser rápido, em busca de se impedir sequelas e morte. Medicações específicas como antibióticos e outras condutas de suporte precisam ser realizadas precocemente, em regime de internação hospitalar, muitas vezes em unidades de terapia intensiva (UTI), até que o paciente esteja estável e não exista risco de morte.

Indicações para a vacina contra meningite c

É indicada para proteção da doença invasiva causada por Neisseria meningitidis do sorogrupo C.

vacina contra meningite c

Idade para Aplicação

A partir de 3 meses de idade até 23 meses.

Esquema Básico da vacina contra meningite c

O esquema consiste em 2 doses aplicadas aos 3 e 5 meses, com uma dose de reforço aos 15 meses de idade. A Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo preconiza o reforço aos 12 meses e o Ministério da Saúde entre 12 ou 15 meses. Para crianças que não iniciam o esquema na idade recomendada, vide orientação no item “situações especiais”.

Contraindicações 

Indivíduos com hipersensibilidade conhecida a qualquer dos componentes da vacina.

Aplicação

A dose a ser aplicada é de 0,5 mL.

A via é a intramuscular profunda e a aplicação é feita preferencialmente na área anterolateral da coxa direita.

A seringa utilizada é de 3,0 mL e agulha de 25×6,0 ou 25×7,0.

Intervalo entre outras vacinas

Pode ser feita simultaneamente com outras vacinas, não implicando ineficácia, nem prejuízos para a pessoa vacinada. Não existe problema quanto ao intervalo entre outras vacinas quando não realizadas no mesmo dia.

Eficácia

A eficácia é de 98% a 100% das crianças vacinadas apresentam títulos elevados de anticorpos após a segunda dose.

Eventos adversos da vacina contra meningite c

Dor, rubor, edema, enduração e hipersensibilidade no local da aplicação. Como eventos sistêmicos podem ocorrer febre, choro, irritabilidade, anorexia, diarreia, vômitos, sonolência ou comprometimento do sono.

Conservação

Em todas as instâncias da rede de frio a conservação é feita na temperatura entre +2ºC a +8ºC. Não pode ser congelada. Após a reconstituição a vacina deve ser aplicada imediatamente. Em frasco multidoses, consultar a orientação do laboratório produtor.

Situações especiais

Crianças que iniciam o esquema após 5 meses de idade, considerar o intervalo mínimo de 30 dias entre as doses e, administrar a dose de reforço com intervalo de 60 dias após a última dose.

vacina contra meningite c

Referência Bibliográfica:
  • Vacinas: Orientações práticas/Rosana David, organizadora; Lourdes Bernadete S. P. Alexandre_4. ed. São Paulo: Martinari, 2015.

♡♡♡♡♡♡♡♡♡♡♡♡♡♡♡♡ ℓεiค τคмвεм ♡♡♡♡♡♡♡♡♡♡♡♡♡♡

Faça seu comentário!

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios devem ser marcados *

Comment *