Volta ao trabalho e amamentação: inseguranças de uma mãe

Como fica a amamentação com a volta ao trabalho?

O medo inicial é comum entre mães que estão prestes a volta ao trabalho depois da licença-maternidade, a dúvida presente é se realmente conseguirá dando continuidade a amamentação. Após esse período, os meses passam e a questão preocupante em conciliar o trabalho com o aleitamento se torna algo bem menos complexo. E aí, a preocupação com a volta ao trabalho se torna cada vez mais intensa, pois os dias estão se aproximando e toca aquela ansiedade no peito ao imaginar se verdadeiramente será possível amamentar o seu filho mesmo que agora a sua atenção não esteja mais voltada exclusivamente para ele.

O principal é o diálogo, por isso, não deixe de conversar com o pediatra do seu bebê e exprimir a ele todas as suas dúvidas e angústias, para que ele possa sanar e nortear todos os seus questionamentos sobre a alimentação do bebê.

Para as mães que abrangem o direito à licença-maternidade de 6 meses, compreendem também que o aleitamento exclusivo termina nesse período, e a criança já principia a conhecer outros tipos de alimentos que poderão agora complementar o seu cardápio diário. Com um pouquinho de disposição alguns dias antes, tudo acontecerá de maneira tranquila e organizada.

Armazenamento do leite em casa

Para que tudo esteja organizado no momento da volta ao trabalho é fundamental que comece a realizar o estoque de leite materno 15 dias antes de voltar ao trabalho. Isso irá te proporcionar maior tranquilidade. Não se esqueça de preservar o leite em potes de vidro e esterilizados (basta fervê-los por 15 minutos e deixar que sequem naturalmente sobre um pano de prato limpo). Antes de iniciar o processo de fervura dos potes, prenda o cabelo e higienize as mãos.

Na geladeira, pode ser guardado por, no máximo, 12 horas e no freezer, por 15 dias. Lembre-se de identificar cada frasco de leite com a data que retirou o leite para prevalecer o uso das estocagens que estão armazenadas por mais tempo. O aconselhado fazer a extração após as mamadas retirando o leite excessivo, ou esperar uma hora e meia depois de ter concretizado a amamentação, para acontecer o enchimento das mamas novamente.

Antes de retornar ao trabalho é válido ressaltar que é de extrema importância manter o aleitamento materno exclusivo, procurar saber sobre o local em que você poderá utilizar para realizar a extração do leite e armazenamento do mesmo, praticar continuamente a ordenha e começar a estocagem de leite 15 dias antes de voltar a rotina habitual.

Amamentação no trabalho: como fazer?

Logo que a licença-maternidade acaba há uma ajudinha da lei brasileira, que concede, até o bebê fazer 6 meses, dois intervalos de meia hora cada durante a jornada de trabalho, especificamente para as mamadas.

Logo que a licença-maternidade acaba há uma ajudinha da lei brasileira, que concede, até o bebê fazer 6 meses, dois intervalos de meia hora cada durante a jornada de trabalho, especificamente para as mamadas.

O recomendado é você extrair o leite no trabalho nos mesmos horários em que ele mamaria. Porém, como compreendemos que isso nem sempre é possível, eleja um período mais pacato ou quando intuir que as mamas estão preenchidas. Procure um local agradável e sem o acúmulo de pessoas.

Higienize as mãos, prenda os cabelos e deixe para falar após a retirada do leite, nesse momento, evite conversar. Desta maneira, enfoque o pensamento no seu bebê, nas ocasiões gostosas em que estão interligados, na alegria que ele transmite a você. Com plena convicção isso fará uma enorme diferença!

Vestuário adequado

Para curtir o período da retirada do leite, dê preferência por blusas com abertura na frente, assim se sentirá mais confortável. Deixe outros estilos de vestuário como os vestidos e blusas mais abotoadas para serem usados em outros momentos.

Guardando o leite extraído

Durante a jornada de trabalho, você vai precisar deixar esse leite retido em uma geladeira até o final do expediente. É preferível que ele fique afastado de mantimentos que alastram aromas fortes, como embutidos ou temperos. O leite materno adere aos cheiros e o neném pode estranhar e não o consumir. Para leva-lo para casa, coloque o frasco em uma bolsa térmica e depois o armazene no freezer.

Quanto leite devo esperar conseguir tirar?

A quantidade de leite vai depender principalmente da idade do bebê, e também do momento em que você tirou o leite. Se você tirar o leite logo depois da mamada, deve esperar menos leite do que se estiver substituindo completamente uma mamada.

Nas primeiras vezes, quando ainda estiver pegando a prática, tirar 10 ou 20 ml já pode ser considerado um sucesso.

Até o bebê ter 1 mês, 90 ml já devem ser suficientes para uma mamada. A partir dos 2 meses, a quantidade por mamada aumenta para entre 120 ml e 180 ml. Mas você não precisa tirar tudo de uma vez. Pode juntar o resultado de mais de uma ordenha para completar a mamada.

Como oferecer o leite ordenhado para o bebê? 

A OMS e a UNICEF não recomendam o uso de mamadeiras (e chupetas), pois podem promover a confusão de bicos, situação em que o bebê fica preguiçoso para realizar a sucção e extrair o leite da mama efetivamente, pois, é muito mais trabalhoso retirar o leite do peito, do que “mamar” na mamadeira. Desta maneira, é orientado que o leite materno seja ofertado através do copinho ou colher.

Cuidados com o seu corpo

Agora que retornou ao trabalho é extremamente necessário que cuide impecavelmente da sua saúde. Para ajudar no aumento da produção de leite, se deve ingerir bastante líquido e fazer uma pausa para a alimentação saudável no período da manhã e da tarde. Faça um treinamento habitual: não deixe o estresse do dia a dia contaminar esse tempo da maternidade.

Quais as vantagens de tirar o leite no trabalho?

Uma das melhores coisas é voltar para casa e encontrar um bebê para quem você é a coisa mais importante do mundo. Assim, você chega e de cara fica bem pertinho dele, restabelece o vínculo e cuida do seu filho de um jeito que ninguém mais pode fazer.

Pode até ser que você ache meio estranho ou chato efetivar a extração manual ou usar a bombinha em um ambiente tão frio (mesmo que seja em um espaço reservado), mas muitas mães que tiram o leite no trabalho garantem que os benefícios compensam as inconveniências.

Nova rotina para o bebê

Com a volta ao trabalho deve-se amamentar com frequência quando estiver com o seu bebê em casa, em livre demanda, inclusive a noite, e oferecer o leite estocado por meio do copinho ou da colher. Evite mamadeiras, elas podem promover o desmame precoce por induzir a confusão de bicos. Além disso, é importante compreender que com a nova rotina o seu pequeno poderá solicitar mamar mais vezes, essa é uma forma de sentir-se protegido, acolhido e seguro para enfrentar as recentes mudanças.

Sugestão de vídeo:

 

Referência Bibliográfica:
  • VÍDEO 1: Canal do Youtube – Autora: Dra. Luciana Herrero – Amamentação e Trabalho: Como armazenar o leite materno!
  • VÍDEO 2: Canal do Youtube – Autora: Dra. Luciana Herrero – Amamentação e Trabalho: 10 dicas de sucesso. 

Faça seu comentário!

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios devem ser marcados *

Comment *